Detalhes

O Tango é mais do que simplesmente uma postura precisa e um passo estável. Foi desenvolvido na Argentina e no Uruguai no século XIX. A dança Tango resulta da fusão de música européia, africana e gaúcha.

Inicialmente, foi chamado de Tango Criollo ou simplemente Tango. Existem numerosos estilos actualmente, como por exemplo o Tango Argentino, o Tango de Salão (Estilo americano e internacional), o Tango Finlandés, o Tango Chinês, entre outros. O Tango Argentino é considerado como sendo o “autêntico” tango.
O Tango Salão é dançado normalmente em ronda no sentido anti-horário do salão, numa posição cerrada, peito com peito e face encostada. No entanto, o Nuevo Tango permite dançar numa postura aberta. Uma coisa é eterna: o tango é irrepetível e permite uma improvisação infinita.
Fizeram parte da evolução do ritmo, diversas variações e estilos de se dançar o tango. Atualmente, o Tango Argentino consiste em: Tango Salão, Tango Milongueiro, Tango Novo e Tango Escenário. Contando ainda com dois outros ritmos derivados: o Tango Vals (waltz), sendo a música tango, misturada com a valsa. De compasso ternário, exige uma movimentação mais contí­nua, sendo muito usadas variações de giros; e também a Milonga, que caracterizada por marcações mais secas e passos curtos, é um ritmo muito alegre e cheio de brincadeiras. Há quem diga que a milonga é o forró dos argentinos!
Outra curiosidade é que o nome “milonga” é também, dado aos bailes de tango.

Por fim, com todo esse ar dramático do tango, e pela enorme capacidade de improvisação no eterno tema amor; fecha os olhos, abre teu coração, partilha tua paixão com o teu par e dança Tango.

Professor

http://julianacastro.com.br/ijc/s/iw-teacher/oscar-ricarte/

OSCAR RICARTE

Dançarino, professor, coreógrafo de dança de salão, atuando há quinze anos em Brasília. Iniciou seu...

Currículo

Informações

Carga Horária: 100 minutos/semanais
Níveis: Iniciante Intermediário
Fazer essa aula