IJC DESDE : 2010

Nascido na Bolivia e naturalizado Brasileiro, Eduardo Landívar de Arsolino, teve o primeiro contato com dança de salão em 1998, no projeto em que o mestre Valter Nery do Rio de Janeiro coordenava, gratuitamente aos finais de semana. Aperfeiçoou posteriormente todas as modalidades de dança de salão por aproximadamente, dois anos na antiga academia Baila Comigo.
Paralelamente a isso, ingressou no curso de Educação Física pela Universidade de Brasília, o qual teve profundo embasamento teórico-didático. Inspirando-o assim, conjuntamente com outro profissional da dança e aluno do mesmo curso, a criar em 2004 o projeto comunitário: “Jogo da Dança”, ainda em vigência, o qual também é professor. Sendo assim o projeto teve base nos princípios educacionais, sociais e moral por ele atribuído durante todo curso.
Apresentou e coreografou parcial e integralmente diversas apresentações de dança de salão entre 2001 até o presente momento na sala Martins Pena e Villa Lobos do Teatro Nacional. Além de apresentações em diversas casas de show, festas, hotéis e colégios durante esse período. E já se apresentou pela companhia Alex Gomes no Rio de Janeiro, congressos e outros locais.
Realizou vários cursos que visam à melhoria de seu desempenho como dançarino e professor, dentre alguns estão: Todas as edições dos congressos mundiais de salsa realizados no Brasil, “O Domínio do Corpo Atravéz da Dança” Processos criativos, interativos e vivenciais na dança atravéz de técnicas de balé, contato e improvisação e street dance.
Estruturou o projeto voltado para deficientes auditivos ”Eu sinto, logo danço” 2006, com a professora também licenciada em Educação Física, Graziela Rodrigues Ribeiro. E o “Dança Especial” 2011, que visa atender vários tipos de deficiência até o presente momento.

Conheça outros professores

Saiba mais sobre os nossos talentosos professores

“Dance! Expresse uma história sem pronunciar uma só palavra! Arraste corações e, ao final, sinta quantas vidas ouviram sua prece.”
Nascido na Cidade de Brasília/DF, Brasil, coreógrafo de street dance, street jazz, lyrical hip hop e dancehall/ragga, preparador corporal de dançarinos, modelos, atores e musicais. Diretor e coreógrafo do Tribo Companhia de Dança há 17 anos, é responsável pela divulgação da arte do street dance em eventos locais, nacionais e internacionais, tendo sido apontado em 2009 como um dos artistas brasileiros que compõem a História da Dança de Brasília. Participação em eventos internacionais através de shows, congressos e eventos de dança. Participa do summer workshop desde 2008 na renomada escola de dança Broadway dance center em new york, presença em países como Italia,franca, Alemanha, Espanha, Russia ,Polonia,Alemanha e estados unidos, buscando divulgar a arte dos artistas brasileiros e pesquisas na dança. Criador do projeto STAM, que propõe a realização de shows e cursos na área das danças urbanas com Wesley Messias, que já contou com a participação de coreógrafos brasileiros e internacionais. Entre as realizações desde a criação do projeto em 2009, destacam-se o STAM Show, STAM Magic Life, STAM Workshop e Stam Workshop Poland realizado na cidade gdynia(polonia). Cursou teatro musical e realiza pesquisas constantes na area resultando participação como coreógrafo em montagens acadêmicas como musical CONSTRUCAO- chico buaque, hair, rent , em 2015 turnênacional com o musical ACROSS THE UNIVERSE- ao som dos Beatles e direção coreográfica do musical opera do malandro em 2015. Coreógrafo/bailarino do grupo internacional BerlinLOOPBrasil 2012, grupo baseado em uma idéia simples e original de fundir as diferentes formas de arte contemporânea, música, dança, cinema e iluminação/artes visuais, além de aproximar a arte do Brasil com a arte da Alemanha. Ragga Jam ( França) SMU ( Polônia) e treinamento runway models( Itália ). Grupo e coreógrafo selecionado para coreografia e direção do encerramento dos jogos mundiais escolares sediado pelo brasil GYMNIASIADE- jogos mundiais escolares 2013 realizado pela secretaria de esportes do DF. Ademais, foi coreógrafo de comerciais de televisão para empresas/instituições como RM art studio, Colégio NDA, Ministério Público Federal, Universidade IESB (musical), Parkshooping, ac coelho, campanhas politicas , cantora pop Fram Porto (sao paulo) musica destaque na telenovela Babilonia rede globo. Pelo grupo Tribo Companhia de Dança, destacam-se dois espetáculos: Dedans – o olhar de dentro (2010) e Polêmica (2012) e stam smooth moves- dance sem dizer uma só palavra .
    Trabalha com um estilo mais coreográfico em diversas músicas e estilos de gêneros diferentes encaixando uma dança pessoal e de linhas para vídeos (voltado a danças urbanas).
    A admiração pela dança iniciou-se ainda quando criança. Quando via apresentações de quadrilhas em escolas e festas juninas. Teve seu primeiro contato com a dança de rua em 2008 ainda na escola, quando foi premiado com vários títulos de danças escolares. Em 2009 foi convidado para fazer parte grupo THE LINKS, sendo reconhecido por sua dança e por seu coreógrafo, Willian Andrade.
    No mesmo ano teve contato com os bailarinos Rômulo Nobre, Tiago Moreira e Lucas Moreira, que os convidou para fazer parte do grupo Soul Dance, obtendo aprendizagem sobre a dança teórica e prática, também sendo reconhecido nessa trajetória.
    Em 2010 conheceu o bailarino Leonardo Conrado, que lhe fez um convite para participar de suas aulas de Freestyle hip hop dance. O ano de 2010 ainda levou a conhecer um dos coreógrafos mais renomados de Brasília, Rafael Vieira Nino, tendo a oportunidade de participar da Companhia de Danças Urbanas Cia Have Dreams, onde atuou como coreógrafo e bailarino.
      Vinicius teve seu primeiro contato com a Dança de Salão em 2011, como aluno do Instituto de Dança Juliana Castro (IJC), oportunidade na qual pôde conhecer um pouco mais sobre o mundo da dança. Isso o motivou, no mesmo ano, a entrar para a equipe de monitores do próprio IJC, onde permaneceu por três anos e meio, tendo aprimorado sua técnica e seu conhecimento nos diversos ritmos da Dança de Salão. Contudo, foi o Zouk que virou sua grande paixão. Atualmente, é dançarino na Cia de Dança Briathos, por onde apresentou coreografias em congressos e mostras de Dança de Salão pelo país, e professor de Zouk do IJC, além de ser proprietário e gerenciar a marca Zouk Music.