IJC DESDE : 2014

Tudo começou aos 8 anos de idade, quando Samuel Ninaut ingressou na Escola de Música de Brasília e teve assim o seu primeiro contato com a música. Aos 11 anos, motivado a seguir os passos do pai, que dançava black music e tinha Michael Jackson como ídolo, Samuel Ninaut começou a ter aulas de break dance e hip hop. Aos quinze anos, foi descobrindo a sua verdadeira paixão pelo samba. Teve o seu primeiro contato com a Dança de Salão em 2012, como aluno e em seguida como monitor do Instituto de Dança Juliana Castro, onde permaneceu por pouco mais de dois anos, tendo formação em todos os ritmos da dança de salão. Em 2013, passou a fazer parte da companhia profissional de dança de salão Cia Zeijo, e com isso começou a ganhar notoriedade no cenário da dança. Atualmente, integra o quadro de professores do Instituto de Dança Juliana Castro e desenvolve um trabalho de dançarino e coreógrafo na Cia Zeijo.

Conheça outros professores

Saiba mais sobre os nossos talentosos professores

Gaúcha de Uruguaiana, iniciou na dança na década de 80 aos sete anos de idade em Brasí­lia, tempo em que o JAZZ representava a grande atração expressiva da década. O interesse pela arte, expressão corporal e a paixão pelos esportes foram decisivos para sua formação acadêmica, Licenciatura em Educação Física pela Universidade Católica de Brasília. Hoje trabalha como personal trainer, professora de ginástica localizada e de pilates no IJC onde também é integrante do grupo de jazz Corpo em cena cia de dança, fundado pela diretora e coreógrafa Lenamaria Botelho desde 1989.
    Graduada em Educação Física e Pós-graduada em Desporto Adaptado pela Universidade de Brasília, especializada em Sapateado Americano – TAP Dance. Responsável pela comemoração do Dia Internacional do Sapateador (25 de maio) em Brasília, Juliana se firmou dentre os mais respeitados nomes da dança no DF. Já dividiu palco com outros grandes nomes da dança como Steven Harper e Jane Alexander, deu aulas em algumas academias da cidade e sua maior realização começou em 2004 com a abertura da Escola de Sapateado. A Escola evoluiu e deu lugar à Tribo das Artes que, além do sapateado, proporciona aulas e eventos de dança de diversas modalidades. Lá, Juliana continua trabalhando com o TAP Dance, mas agora procura atingir todas as idades. “Para mim a dança é mais uma forma de educação cidadã, porque estimula disciplina e perseverança em quem pratica“, diz a sapateadora. “O sapateado é arte, principalmente, dos pés, mas é também dançado com o corpo e, por que não, com o coração”, completa.
      “Dance! Expresse uma história sem pronunciar uma só palavra! Arraste corações e, ao final, sinta quantas vidas ouviram sua prece.”
      Nascido na Cidade de Brasília/DF, Brasil, coreógrafo de street dance, street jazz, lyrical hip hop e dancehall/ragga, preparador corporal de dançarinos, modelos, atores e musicais. Diretor e coreógrafo do Tribo Companhia de Dança há 17 anos, é responsável pela divulgação da arte do street dance em eventos locais, nacionais e internacionais, tendo sido apontado em 2009 como um dos artistas brasileiros que compõem a História da Dança de Brasília. Participação em eventos internacionais através de shows, congressos e eventos de dança. Participa do summer workshop desde 2008 na renomada escola de dança Broadway dance center em new york, presença em países como Italia,franca, Alemanha, Espanha, Russia ,Polonia,Alemanha e estados unidos, buscando divulgar a arte dos artistas brasileiros e pesquisas na dança. Criador do projeto STAM, que propõe a realização de shows e cursos na área das danças urbanas com Wesley Messias, que já contou com a participação de coreógrafos brasileiros e internacionais. Entre as realizações desde a criação do projeto em 2009, destacam-se o STAM Show, STAM Magic Life, STAM Workshop e Stam Workshop Poland realizado na cidade gdynia(polonia). Cursou teatro musical e realiza pesquisas constantes na area resultando participação como coreógrafo em montagens acadêmicas como musical CONSTRUCAO- chico buaque, hair, rent , em 2015 turnênacional com o musical ACROSS THE UNIVERSE- ao som dos Beatles e direção coreográfica do musical opera do malandro em 2015. Coreógrafo/bailarino do grupo internacional BerlinLOOPBrasil 2012, grupo baseado em uma idéia simples e original de fundir as diferentes formas de arte contemporânea, música, dança, cinema e iluminação/artes visuais, além de aproximar a arte do Brasil com a arte da Alemanha. Ragga Jam ( França) SMU ( Polônia) e treinamento runway models( Itália ). Grupo e coreógrafo selecionado para coreografia e direção do encerramento dos jogos mundiais escolares sediado pelo brasil GYMNIASIADE- jogos mundiais escolares 2013 realizado pela secretaria de esportes do DF. Ademais, foi coreógrafo de comerciais de televisão para empresas/instituições como RM art studio, Colégio NDA, Ministério Público Federal, Universidade IESB (musical), Parkshooping, ac coelho, campanhas politicas , cantora pop Fram Porto (sao paulo) musica destaque na telenovela Babilonia rede globo. Pelo grupo Tribo Companhia de Dança, destacam-se dois espetáculos: Dedans – o olhar de dentro (2010) e Polêmica (2012) e stam smooth moves- dance sem dizer uma só palavra .